Processo

"A artista Fernanda Fragateiro, ao passar junto ao Bairro 6 de Maio, num dia em que se faziam muitas demolições e que, por isso, se via muita gente, muitos jornalistas e era grande o reboliço, a confusão, decidiu dedicar a Exposição que lhe havia sido solicitada, pelo Museu Internacional de Escultura de Santo Tirso, a este Bairro, à população que aqui residiu e/ou ainda reside. Seria, assim, uma maneira bela de lhes prestar homenagem.

A inauguração da referida Exposição que teve como nome, PROCESSO inaugurou-se a meados de Outubro de 2018 e terminou no dia 20 de janeiro de 2019. 

Para completar esta homenagem, no dia 12 de janeiro de 2019, a Câmara Municipal de Santo Tirso, o referido Museu e a artista Fernanda Fragateiro convidaram uma representação do Bairro a visitarem a Exposição, tendo posto à sua disposição um autocarro de 27 lugares, e ofereceram-lhes um rico almoço e um ótimo lanche.

Conforme o confirmam os seguintes testemunhos, foi um dia inesquecível.

Irmã Deolinda

 

 

 


AGRADECIMENTO À FERNANDA FRAGATEIRO!

 

OBRIGADO a Todos pelo Convite! OBRIGADO a todos pelo passeio  e ao povo português. Fiquei mesmo muito feliz!

Maimuna Baldé!

 

Fernanda, o nosso agradecimento por ter proporcionado esta visita a Santo Tirso e por nos dar a honra de testemunhar tanto talento. Fico feliz pelo facto de que uma parte do meu mundo tenha sido uma inspiração para a criação das suas obras. Um Muito Origado!

Helena Vicente e José. 

 

Agradecemos à Fernanda pelo trabalho que desempenhou em prol da Comunidade do Bairro 6 de Maio e a oportunidade que tivemos de ver a vida do Bairro num outro espaço.

Ficou gravado na nossa mente a sua boa disposição, o carinho, o seu sorriso, a forma como nos recebeu e a sua prontidão para esclarecer dúvidas.

Desejamos-lhe bom sucesso na sua carreira profissional e êxito nos seus Projetos. O nosso muito Obrigado

Paulina e João Cunha 

 

Agradeço a  vossa gentileza e a forma como nos fizeram sentir bem recebidos.

Agradeço também o facto de nos fazerem sentir parte de algo grandioso. Um grande Obrigado

Alice e Dara 

 

O meu sincero desejo para a senhora Fernanda é a continuação de boa saúde e felicidade para poder concluir o seu Projeto da melhor forma

António Quedim Sanha

 

Gostei muito da Exposição e vai ficar gravado para sempre no meu, no nosso coração, o que a Fernanda fez pelo nosso Bairro 6 de Maio e pelas pessoas que lá vivemos. Desejo transmiti-lo aos filhos, aos netos e bisnetos, até porque o ter nascido e vivido no Bairro foi para muitos uma grande “Escola da vida”.

Peço a Deus para a Fernanda força e coragem, como expressão de gratidão por ter tido a coragem de se lembrar de nós.

Maria da Conceição Veiga (Bia)

 

Li uma vez numa revista que a “gratidão” é a memória do coração.

Com isto quero dizer que tal como o Bairro 6 de Maio que estará sempre no meu coração, a maneira como nos receberam e nos fizeram sentir, a vossa maneira simples e familiar, estarão sempre na minha memória. Que Deus vos abençoe

Antónia Moreno (Antonita) e Jorge

 

Fernanda, eu louvo ao Senhor pelos dons que Ele lhe deu e louvo, também, a  Fernanda pela modéstia como os põe a render: a mesma gratuidade do DADOR…

Agradeço-lhe de todo o coração o dia tão bom e feliz que nos ofereceu!

Irmã Maria da Paz! 

 

Fernanda, sinto que há coisas que não se podem, não se consegue agradecer, e tudo o que a Fernanda já fez por este Bairro 6 de Maio, é uma delas!

O que me encantou e encanta em todo o “processo”, desde que a conheci, mas destacando de modo especial, o que se viveu no passado dia 12 de janeiro é a sua enorme, mas tão natural,  sincera e serena capacidade de estar do lado dos mais pobres e das “grandes causas”. Esse seu desejo de querer homenagear o Povo do Bairro 6 de Maio, - objetivo da sua Exposição -é disso a máxima expressão; admirei muito, em gestos concretos, a sua permanente atenção e disponibilidade para ajudar quem mais precisa. A criatividade admirável e surpreendente que caracterizam as suas obras, ajudam-nos e levam-nos ao Além, levam-nos a saborear a beleza, a compreender, a refletir melhor a Mensagem que se quer transmitir, e faz-nos  sentir na pele as injustiças e dores que sofrem muitos dos nossos irmãos neste mundo injusto e desregrado. Esta Exposição foi e é uma verdadeira denúncia e, em simultâneo, um grito de ESPERANÇA.  

Gostava de saber dizê-lo melhor, mas!... Um GRANDE OBRIGADO!

Ir. Deolinda Rodrigues

 

Ao receber o convite para visitar, em Santo Tirso, uma exposição de arte, sobre o Bairro 6 de Maio, da Fernanda Fragateiro, senti uma viva curiosidade, mas também alguma indecisão pelas muitas horas de autocarro que implicava.

Fomos e valeu a pena! Não poderia ter sido melhor! Percorrer a exposição pela da mão da Artista e sentir como as pedras e até o que seria entulho, falam e falam bem!... Elevam-nos para outros voos, dignificando toda uma comunidade. Sentir também que a arte exposta corresponde a uma “arte de viver”, que humaniza!...

O acolhimento e dedicação das pessoas (desde o Diretor) em S. Tirso junto com o bom ambiente, a Visita guiada ao Convento de S. Bento, e arredores, o almoço-convívio e até os “Jesuítas” fizeram com que vivêssemos um dia inolvidável. Bem hajam a todas e todos os que o fizeram possível.

Irmã Juana María Pérez de Ciriza

 


 

Resposta da Fernanda

Querida irmã Deolinda,
Eu é que agradeço a vossa amizade. Foi um dia muito bonito, o da nossa visita.
Gostei tanto de estar com todos. Todos tão amáveis, sensíveis com grande capacidade para entenderem todo o meu trabalho, que não é um trabalho fácil de ser entendido, pelo seu caráter abstrato e minimal. Mas o nosso grupo era culto e generoso e vinha de coração aberto.
Eu confesso que estava muito nervosa, com medo de causar desilusão às pessoas que tinham vindo de tão longe para ver o que eu tinha feito, com o que restou de casas do bairro. Na minha pratica artística existe grande sentido de compromisso, de responsabilidade e de respeito pelas pessoas.
E obrigada pelo envio dos textos, que vou ler e reler com felicidade.

No Museu gostaram muito da visita e acho que foi uma experiência muito especial e muito verdadeira.

Gostaria muito de continuar a ser amiga de todos e de ajudar o centro naquilo que for necessário. Peço-lhe que conte comigo.

Quando o livro estiver impresso, podíamos fazer um cházinho aí no centro e quem quisesse vir, aparecia para buscar o livro e dar um beijinho e ver o filminho que o Fernando Morais fez. O que acha irmã?

Um beijinho para as irmãs e até breve,
Fernanda

 

 

 

contactos

Contactos

tlf: +351 214 762 660
fax: +351 214 742 271
e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Morada

Estrada Militar, nº 48
2700-588 Venda Nova
Amadora - Portugal

visitantes

Temos 3 visitantes e sem membros em linha

Contactos

Copyright © 2013 Centro Social 6 Maio.